PVNR TVU : Farinha de guar como aglutinante para preparar blocos de ração completos para ruminantes

Devido à pressão demográfica e à urbanização, as terras destinadas à produção de forragens diminuíram de forma alarmante e os resíduos das culturas cerealíferas como palha de arroz, palha de sorgo, etc., tornaram-se as principais fontes de alimentação dos ruminantes. Mas estes resíduos de culturas são de baixo valor nutritivo, fibrosos e volumosos, pelo que são feitas tentativas para melhorar a utilização dos nutrientes provenientes destas culturas residem através de vários métodos, sendo uma delas a tecnologia de blocos de ração completos densificados. 

Este artigo foi escrito por K Kondal Reddy e D Nagalakshmi, PVNRTVU, Hyderabad. 

photo_article_PVNR_TVU_ENG.jpg

A tecnologia consiste em misturar forragens, concentrados e outros nutrientes suplementares nas proporções desejadas, capazes de satisfazer as necessidades nutricionais dos animais, e fazer blocos compactos utilizando um aglutinante. A alimentação completa em blocos pode ultrapassar problemas como a disponibilidade sazonal e a baixa densidade a granel, a armazenagem, o manuseamento e o transporte de materiais grosseiros. É conveniente transportar os recursos alimentares para regiões ou áreas deficitárias de calamidades naturais de forma rentável e pode fazer parte de "bancos de alimentos para animais de escassez" para programas económicos e viáveis de produção pecuária para pequenos agricultores e agricultores marginais, trabalhadores sem terra e outros sectores mais fracos da sociedade indiana. Esta técnica oferece também a oportunidade de incorporar subprodutos não convencionais e agro-industriais para a produção pecuária económica.

No Departamento de Nutrição Animal, Colégio de Veterinária, Hyderabad, Universidade Veterinária PVNRT, foi feito um estudo para avaliar a utilização de resíduos de culturas cerealíferas (fogão de milho) em blocos completos de rações juntamente com farinha de guar como suplemento proteico e como aglutinante A farinha de guar é um subproduto da semente de guar utilizada como estabilizante alimentar valioso. A farinha de guar tem um teor proteico muito elevado (até 50%).

Os blocos de rações foram preparados com fogão de milho utilizando farinha de guar a diferentes níveis, a 6%,8% e 10%. A farinha de guar a 10% era muito ideal para a durabilidade do bloco alimentar. Assim, a utilização da farinha de guar não só actua como um ligante, como também complementa as necessidades proteicas, que podem ser fornecidas aos bovinos e pequenos ruminantes (ovinos e caprinos).